terça-feira, 29 de março de 2011

Paradise of Light and Shadow - Paraíso da Luz e Sombra


(Vocaloid)

Paradise of Light and Shadow

kyozō no rakuen no hate no
fukai fukai daichi no soko de
tada hitori inori no uta o
utai tsuzuru sadame

yukiba o nakushita kako kara
meguri tsuzukeru koe o tsunagi
kuri kaesu rekishi no fuchi de
sadame ni mi o sasagu

nani mo shirazu tada uta dake
tsumuide ikite kita
hare no uta o ame no uta o
yasashī requiem o
rakuen eto tsuzuku michi no saki ni sashi nobe rareta
atatakai te sae todokazu ni

towa ni utai tsuzuke nasai...

horobu sekai no yugami no soko de
inori no uta o kanaderu sadame
wasu rareshi kako ni nemuru yasashī koe ni
zetsubō sae mo hohoemi ni kae
namida no soko ni shizunde iku

zetsubō no rakuen no hate ni
nakushita koe o sagashi motome
michi naki michi o tada tōku
samayoi yuku sadame

toza sareta rekishi no kage ni
ubawa reshi hi o omoi nagara
kokoro no oku hibiku koe wa kutsū ni mi modaeru
towa ni tsuzuku rakuen eto negai wa todokazu ni
tada yugande koe to tomo ni
kie satte meguru dake
ima kono te de tashikame tai kimi no nukumori no oto
kizu tsuku koto sae itowazu ni

watashi wa tatakau
(ore wa tatakau)

araburu koe no tamashī o ubai
kono yo no hate made tsuzutte nemure
kono hikari o tokasi temo todokanu nara
itsuwari no rakuen o kono te de
owaraseru dake

utatte...

watashi wa inoru mamoru tame ni
egao ga kobore hikari sasu sekai no tame ni
(ore wa tatakau kowasu tame ni
kimi wa naiteta tada hitori de)

asu eto tsunagu hikari no kibō nouta
inochi o atae ibuki koe o
atarashī kaze ni nose inochi tsukiru made...
(kako o hōmuru kage no zetsubō no uta
inochi o ubai owari no koe
yama nai ame ni nagashi inochi tsukiru made...)

mata meguru

subete no koe wa hikari to deai kage eto tsunagu
kuri kaesu rekishi to narite
meguru sekai no kodō no oto wa
owari o tsugeru kane to nari hibiku
subete no inochi wa tae atarashī me ga
ibuku saki no hikari to kage no rakuen ni
negai o...

Paraíso da Luz e Sombra

No fim do paraíso virtual
profundamente,no fundo da Terra
Eu estou fadada a cantar
a musica de oração sozinha

Do passado que não tinha para onde ir
eu teço vozes que dão voltas e voltas
na ponta da historia que se repete,
me dedico ao meu destino

Sem saber de nada,continuo cantando
por toda a minha vida.
Uma canção para o sol,uma canção para a chuva
um réquiem suave.
No final da estrada para o paraíso mãos quentes
me foram oferecidas,mas não podiam me alcançar.

Cante para sempre ...

Na profundidade distorcida do mundo agonizante
Eu estou fadada a cantar a musica de oração
com uma voz suave que dorme no passado esquecido.
Tento transformar meu desespero em sorriso
Eu desço até o fundo de lágrimas

No fim do paraíso desesperado
eu procuro a voz perdida
eu estou fadado a continuar buscando
estrada à estrada, cada vez mais longe

Na sombra da história fechada
eu procuro os dias roubados.
A voz que ecoa no fundo do meu coração
está angustiada pelo sofrimento.
Meu desejo não chega ao paraíso eterno
Está distorcido por vozes e continua desaparecendo.
Eu quero sentir seu calor em minhas mãos
sem hesitar em me machucar.

Eu vou lutar(Eu vou lutar)
(Tatakau Ore wa)

Eu vou levar a vida da voz ruge
deixe-o escrever e dormir até o fim do mundo.
Se eu não posso alcança-la após a dissolução da luz,
então acabarei com esse paraíso artificial,
com minhas próprias mão.

cante ...

Peço proteção para um mundo brilhante
onde todos possam sorrir.
(Eu luto para por um fim
eu vi você chorar sozinha)

Uma canção de esperança de luz para amanhã
Dando minha vida,canto vigorosamente.
Deixe minha voz flutuar no vento,até´que eu morra...
(Sua existência roubada de mim,
sua voz deixa
uma pia para a chuva incessante até morrer..)

mata meguru

Todas a vozes encontram a luz
e são guiadas até a sombra.
Como a história a se repetir.
O batente som ressoa no fim do mundo
para declarar o fim.
Todas as vidas terminam e voltam a crescer novamente no paraíso de luz e sombra
Deixe meu desejo chegar lá...

1 comentários:

July-Chan disse...

sua chata.. te odeio.. pego as minha músicas!! ah morre ju... kk